Banco mais antigo dos EUA diz que criptomoedas vieram para ficar

91% interessados em tokenização

O BNY Mellon, o banco mais antigo dos Estados Unidos, acredita firmemente que as criptomoedas vieram para ficar, afirmando que elas têm potencial de se tornar ativos financeiros permanentes na economia.

Em uma recente conferência sobre criptomoedas e regulamentação financeira, o chefe de soluções avançadas do BNY Mellon, Michael Demissie, compartilhou resultados de uma pesquisa realizada com os clientes do banco em outubro de 2022, que descobriu que mais de 90% dos entrevistados esperavam investir em ativos tokenizados no futuro.

Demissie afirmou que a pesquisa é indicativa de um interesse crescente dos clientes em ativos digitais, o que significa que as criptomoedas já se tornaram uma parte integral do mercado financeiro. No entanto, ele também acredita que é crucial regulamentar a indústria de criptomoedas para garantir uma navegação segura e responsável.

91% interessados em tokenização

Criptomoedas vieram para ficar, diz BNY Mellon

Apesar de uma grande queda no mercado de criptomoedas em 2022, devido a taxas de juros elevadas e colapsos de empresas cripto, o BNY Mellon acredita na força e na estabilidade a longo prazo do setor.

É importante destacar que o BNY Mellon é um dos bancos mais antigos e respeitados do mundo, e sua posição sobre criptomoedas é um forte indicador da crescente aceitação desses ativos por grandes instituições financeiras.

Related articles

Em resumo, o BNY Mellon acredita que as criptomoedas vieram para ficar e são um fenômeno estrutural no mercado financeiro. A pesquisa recente dos clientes do banco confirma esse interesse crescente em ativos digitais.

O banco também descobriu que o Brasil é o segundo maior país em porcentagem de empresas de investidores institucionais que disseram estarem atualmente explorando ou investindo em ativos tokenizados.

Instituições explorando investir em criptomoedas
Instituições explorando investir em criptomoedas

BNY Mellon acredita que criptomoedas são uma oportunidade de investimento de longo prazo

A avaliação do BNY Mellon também mostrou que 86% dos players institucionais estão adotando uma abordagem de “comprar e manter”, o que sugere que eles veem o mercado de criptomoedas como uma oportunidade de investimento de longo prazo.

Demissie destacou a necessidade de regulamentação adicional no setor, como uma forma de promover prestadores de serviços confiáveis ​​e aumentar a confiança dos investidores. Ele afirmou que é importante que o mercado de criptomoedas seja abordado de forma responsável.

“Precisamos absolutamente de regulamentos claros. Precisamos de participantes confiáveis ​​e responsáveis ​​da indústria que possam oferecer serviços confiáveis ​​e aumentar a confiança dos investidores. É importante ter uma abordagem responsável para trabalhar no campo das moedas digitais”, disse Demissi.

O BNY Mellon é conhecido por sua abordagem inovadora em relação a ativos digitais e já recebeu autorização dos reguladores bancários de Nova York para aceitar depósitos em Bitcoin e Ether de clientes escolhidos.

Com sua posição estabelecida no mercado financeiro, o BNY Mellon acredita que as criptomoedas são uma oportunidade de investimento de longo prazo para seus clientes.



Fonte