5 criptomoedas para ficar de olho na semana apesar da turbulência bancária e a divulgação da inflação nos EUA

O comportamento de cinco altcoins nos últimos dias foi objeto de uma análise publicada na Finbold no último domingo. Isso porque, apesar da alta pressão de venda, alguns tokens possuem razões distintas que podem diferenciar a movimentação de preços ao longo dos próximos dias por questões específicas envolvendo seus respectivos projetos ou porque podem refletir os episódios recentes envolvendo bancos dos EUA com crise de liquidez que mantêm negócios com startups de criptomoedas, como o Silvergate e o Silicon Valley Bank (SVB).

KAVA

Negociado a US$ 1,03 (+10,93%), o KAVA, token da blockchain centrada em finanças descentralizadas (DeFi) Kava, criada no Cosmos SDK, um kit de ferramentas de código aberto que permite a criação de blockchains personalizadas, chamava a atenção nos últimos dias. Recentemente, a Kava anunciou incentivos a validadores de nós de blockchain, incentivados a migrar para a infraestrutura de nuvem Amazon Web Service (AWS) e a pltaforma descentralizada de computação de nuvem Google Cloud para Akash.

MKR

Trocado de mãos por 876,88 (+29%), o MKR, token de governança da MakerDAO e do protocolo DeFi Maker, também estava no radar. O que aconteceu na esteira do anúncio da redução de 0,5% na taxa anual de empréstimo do token de liquidez do protocolo, o Rocket Pool ETH (rETH). Em outra frente, os membros da comunidade Maker estão votando pela liberação de um fundo de US$  750 milhões para compra de títulos do Tesouro dos EUA. 

XRP

Operando em US$ 0,36 (+0,51%), o XRP, token da startup de pagamentos empresariais Ripple, despertava a atenção dos investidores de criptomoedas por causa da exposição da empresa ao SVB. Tanto que, no último final de semana, o CEO da Ripple foi ao Twitter dizer que a empresa tem “condição financeira forte.” Em outra frente a empresa também trava uma batalha judicial contra a Comissão de Valores dos EUA (SEC), que sustenta que a Ripple vendeu ilegalmente o XRP como um título não registrado. 

IMX

Transacionado a US$ 0,92 (+14%), o IMX, token do Immutable X, que se apresenta como “primeira solução de escalonamento de camada dois para NFTs [tokens não fungíveis] no Ethereum” também foi destacado pela publicação. Nesse caso, o entusiasmo com o IMX se deve às parcerias anunciadas pelos desenvolvedores do projeto. Entre elas a varejista de jogos dos EUA GameStop, que anunciou a intenção de usar o ImmutableX (IMX) em seu marketplace de colecionáveis. 

BTC

Benchmark do mercado cripto, o Bitcoin (BTC), precificado em US$ 22,5 mil (+9%), também foi relacionado. Isso porque o preço da criptomoeda está suscetível a fatores externos, como a divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos EUA na quarta-feira (15) e os possíveis impactos no setor bancário em razão da crise envolvendo o Silvergate e o SVB.

Na última semana, dez criptomoedas chamaram a atenção por serem mais atingidas pelo banho de sangue enquanto as análises on-chain apontavam possível sinal de compra, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

LEIA MAIS:

Fonte

Related articles