18 criptomoedas para ficar de olho em fevereiro com possível queda de preço por aumento de suprimento

A lei da oferta e da procura, embora seja de conhecimento básico na vida cotidiana das pessoas, muitas vezes passa despercebida de boa parte dos investidores de criptomoedas. Isso porque muitos investidores se concentram em monitorar as narrativas que podem promover a alta ou a queda de preços, sem se darem conta de alguns eventos preestabelecidos nos projetos que podem favorecer o ganho dos investidores mais atentos, mas que também costumam representar uma “casca de banana” no caminho dos distraídos.

Não são raros os eventos relacionados à promoção de escassez pela queima de tokens, anunciados por desenvolvedores de projetos para a valorização de suas respectivas altcoins, uma vez que, em um caminho contrário, o aumento do suprimento circulante quase sempre traz a reboque a queda de preço em razão da elevação da oferta. Este pode ser o caso de 18 altcoins que serão desbloqueadas e distribuídas em fevereiro em razão de recompensas a investidores de capital de risco ou usuários, por meio de airdrops, por exemplo. 

De acordo com o monitoramento do aplicativo TokenUnlocks desta quinta-feira (2) o Nym (NYM) vai desbloquear 78,75 milhões de tokens (US$ 24,9 milhões) nas próximas horas, o que representa 7,87% do suprimento total, percentual que elevará os atuais 62% de NYM desbloqueados.

A lista de fevereiro possui algumas altcoins conhecidas dos investidores, entre elas o APTOS (APT), que terá mais de 4,5 milhões de tokens desbloqueados no próximo dia 12, aproximadamente US$ 81,7 milhões pelo preço do APT nessa quinta. O que representará a distribuição de 0,45% do suprimento total de APT, cujo suprimento circulante atual é 14,36%. Já o Sandbox (SAND) terá cerca de 372 milhões de tokens (US$ 283,9 milhões) desbloqueados no dia 14, o que representará 12,4% do suprimento total. 

Também estão previstos os desbloqueios do DYDX em 6,5 milhões de tokens (US$ 21,8 milhões) referentes a 0,65% do suprimento, no dia 14, o BIT em 187,49 milhões de tokens (US$ 102,8 milhões), 1,95% do suprimento, no dia 15, o APE em 7,3 milhões de tokens (US$ 44,9 milhões), 0,73% do suprimento, no dia 17, o IMX em 18 milhões de tokens (US$ 15,2 milhões), 0,9% do suprimento, no dia 25, e o GMT, que se encontra em desbloqueio diário de 580 mil tokens (US$ 335,49 mil) até o próximo dia 28.

Completam a lista de desbloqueio de tokens em fevereiro: X2Y2 (dia 4 em US$ 6 milhões); GAL (dia 5 em US$ 19,4 milhões); TORN (dia 6 em US$ 1 milhão); GLMR (dia 9 em US$ 1,4 milhão); SWEAT (dia 12 em US$ 2,1 milhões); EUL (dia 14 em US$ 594 mil); 1INCH (dia 22 em US$ 148 mil); ACA (dia 24 em US$ 637,5 mil); RON (dia 26 em US$ 36,4 milhões); YGG (dia 27 em US$ 5,4 milhões).

Em um caminho oposto, os tokens em pré-venda podem ser um caminho florido para os investidores, o que pode resultar em lucros de até 10.000% caso os investidores estejam “no lugar certo e na hora certa”, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

LEIA MAIS:

Fonte

Related articles