Reguladores fecham banco amigo das criptomoedas citando “risco sistêmico”

Comunicado Fed Silicon Valley Bank

Related articles

O Signature Bank, localizado em Nova York e com muitos clientes que são empresas de criptomoedas, foi fechado pelos reguladores estaduais no domingo (12), tornando-se o terceiro banco a colapsar em menos de uma semana.

A Federal Depository Insurance Corporation (FDIC) assumiu a concordata do banco para proteger os clientes, e uma declaração conjunta do Federal Reserve, FDIC e Departamento do Tesouro dos EUA afirmou que todos os clientes do Signature Bank serão ressarcidos.

“Hoje estamos tomando medidas decisivas para proteger a economia dos EUA, fortalecendo a confiança do público em nosso sistema bancário. Esta etapa garantirá que o sistema bancário dos EUA continue a desempenhar seu papel vital de proteger os depósitos e fornecer acesso ao crédito para famílias e empresas de maneira a promover um crescimento econômico forte e sustentável.” – diz o comunicado.

O banco tinha ativos totais de US $ 110,36 bilhões e depósitos totais de US $ 88,59 bilhões em 31 de dezembro de 2022. A mudança ocorreu poucos meses depois que o Signature Bank anunciou que reduziria sua exposição ao setor de criptomoedas.

Risco sistêmico

A superintendente do Departamento de Serviços Financeiros de Nova York, Adrianne Harris, disse que as autoridades estão monitorando as tendências do mercado e trabalhando com outros reguladores estaduais e federais para proteger os consumidores, garantindo a saúde das entidades que regulam e preservando a estabilidade do sistema financeiro global.

Os reguladores bancários dos Estados Unidos fecharam o Signature Bank, que é um grande credor da indústria de criptomoedas, citando um “risco sistêmico” e uma tentativa de impedir a propagação da crise bancária.

O Silicon Valley Bank também foi fechado na sexta-feira e seus depósitos foram apreendidos, tornando-se a maior falência bancária dos EUA desde a crise financeira de 2008.

O Signature Bank é um dos principais bancos da indústria de criptomoedas, com um valor de mercado de US$ 4,4 bilhões na sexta-feira, após uma liquidação de 40% este ano.

Para conter os danos e evitar uma crise maior, o Fed e o Tesouro criaram um programa de emergência para apoiar os depósitos no Signature Bank e no Silicon Valley Bank usando a autoridade de empréstimos de emergência do Fed.

Eles disseram, no entanto, que alguns acionistas e credores não conseguirão recuperar qualquer valor.

“Acionistas e certos devedores não garantidos não serão protegidos. A alta administração também foi removida. Quaisquer perdas para o Fundo de Seguro de Depósito para apoiar os depositantes não segurados serão recuperadas por uma avaliação especial dos bancos, conforme exigido por lei.”

O fundo de seguro de depósito do FDIC será usado para cobrir os depositantes, muitos dos quais não tinham seguro devido à garantia de depósitos de US$ 250.000.

Embora os depositantes tenham acesso ao seu dinheiro, os detentores de ações e títulos de ambos os bancos estão sendo eliminados. A medida foi tomada para evitar uma crise sistêmica que poderia ter um impacto negativo na economia como um todo.

Comunicado Fed Silicon Valley Bank



Fonte