NFTs abrem caminho para o Real digital, diz gerente da TecBan

De acordo com Rogério Melfi, gerente da TecBan e líder do comitê de Real Digital na ABFintechs, os NFTs abrem o caminho no Brasil para a popularização das finanças descentralizadas (DeFi) e do Real digital.

Em sua opinião, todas essas tecnologias financeiras devem mudar a forma como as pessoas lidam com dinheiro e propriedade, em um mundo cada vez mais digital.

“A crescente popularidade dos NFTs (non-fungible tokens) está preparando o caminho para a popularização do DeFi (decentralized finance) e do Real Digital, dois conceitos que estão mudando a forma como as pessoas lidam com o dinheiro e a propriedade.”

Para Melfi, os NFTs representem bens virtuais em blockchain, utilizando principalmente a rede Ethereum para registros.

“É importante pensarmos que a popularidade dos NFTs tem sido fortemente impulsionada pela crescente aceitação da tecnologia blockchain e pela alta demanda por bens virtuais. Isso tem levado as pessoas a aprenderem sobre tecnologias descentralizadas e a entenderem como elas podem ser usadas para garantir a propriedade e a segurança dos bens digitais.”

“Real digital é uma resposta ao crescimento do DeFi”, diz gerente da TecBan

Para Rogério Melfi, o DeFi “se refere às aplicações financeiras que são baseadas em tecnologias descentralizadas, como blockchain, e que permitem às pessoas terem acesso a serviços financeiros sem a necessidade de intermediários”.

Assim, o especialista acredita que o Real digital deve surgir no mercado como uma resposta ao DeFi vinculado às criptomoedas.

Related articles

“Nesse sentido, importante destacar que o Real Digital, também conhecido como CBDC (moeda digital do Banco Central), pode ser a resposta do sistema financeiro tradicional para o DeFi, pois trata-se de uma moeda digital emitida pelo Banco Central, e tem como objetivo atribuir novas funcionalidades à moeda. Proporcionando a mesma segurança sobre transações aos brasileiros, o Real Digital é capaz de permitir a inclusão financeira, aspecto tão importante em nosso país ao meu ver.”

Para o líder do comitê de Real Digital na ABFintechs, em artigo encaminhado ao Livecoins, a experimentação dos NFTs e DeFi são importantes para se familiarizar com conceitos novos de manipulação do dinheiro.

Por fim, o especialista acredita que o Real digital deve chegar em 2024 após vários testes pelo Banco Central do Brasil, evitando problemas de escalabilidade e de segurança. No futuro próximo, ele acredita que a nova moeda brasileira estará disponível no varejo para uso da população em suas transações cotidianas.

Vale lembrar que o próprio Banco Central do Brasil já confirmou o programa piloto do Real digital em 2023, devendo iniciar testes em ambiente controlado no início.



Fonte