Corretora de criptomoedas é desmascarada após tentar ocultar ataque hacker

Uma corretora de criptomoedas ocultou por um ano um ataque hacker sofrido em suas instalações, deixando os clientes sem informações sobre o caso, ao contrário do que prega o princípio da transparência. Apesar da demora, a empresa foi desmascarada e teve de admitir a invasão.

Antiga Bitbns, a atual BNS mudou sua imagem em fevereiro de 2023 para se consolidar no mercado indiano de criptomoedas. No país, as empresas que atuam no mercado seguem sob pressão regulatória.

Contudo, nem a mudança de imagem apagou o passado da empresa, que há um ano teve seus sistemas invadidos por criminosos.

Corretora desmascarada

O ano de 2022 no mercado de criptomoedas se viu marcado por vários escândalos de corretoras e plataformas, que perderam muito dinheiro e faliram.

Embora grande parte do problema tenha sido em má gestão das corretoras, outras também se viram como alvo de hackers.

Related articles

Uma delas foi a Bitbns, que perdeu 7,5 milhões de dólares em um ataque hacker e anunciou uma pausa no sistema. Contudo, mesmo após voltar com suas atividades aos clientes, a corretora ignorou a comunicação com clientes.

A empresa não contava que, mais de um ano depois, o investigador ZachXBT, famoso por desmascarar golpes com criptomoedas, descobriria o caso. Em uma publicação em seu Twitter na terça-feira (28/2), o analista chamou a corretora para explicar o caso.

“Vamos chamar a corretora de criptomoedas bitbns por esconder um hack de $ 7,5 milhões de seus usuários em 1º de fevereiro de 2022 e depois dizer a eles que era “manutenção do sistema”.”

CEO da corretora de criptomoedas que ocultou ataque hacker fez AMA com clientes e confessou tudo

O caso da corretora que ocultou um ataque hacker na Índia pegou mal para a empresa, que se viu pressionada a agendar uma AMA com os clientes.

O CEO Gaurav Dahake foi o responsável por conduzir a live com clientes, quando confirmou que sim, a sua corretora, atual BNS, foi alvo de um ataque hacker um ano atrás. Tentando acalmar os investidores, ele disse que a situação não é anormal e muitas grandes corretoras já tiveram o mesmo problema.

Além disso, citou que até a Binance já teve problemas com hackers, citando o recente ataque na BNB Chain como exemplo. Para o futuro, o executivo da corretora lembrou que como o caso ocorreu há 13 meses, não deverá mais afetar os negócios da empresa, que segue operando.

Vale lembrar que o governo indiano segue atento ao mercado de criptomoedas e tem monitorado empresas do setor com atenção. Ou seja, não está claro se o novo ataque hacker divulgado pode impactar o mercado local.



Fonte