Analista aponta 5 ‘criptomoedas chinesas’ que podem disparar nos próximos dias

Recentemente, Hong Kong anunciou que está preparando um regime de regras para empresas de criptomoedas. Rumores apontam que estes esforços são apoiados pela China. Além disso, o governo chinês injetou US$ 121 bilhões de liquidez em sua economia.

Este cenário foi suficiente para criar a narrativa das “moedas chinesas” dentro da comunidade de criptomoedas do Twitter. O usuário que se identifica como Cyril listou, nesta quinta-feira (23), cinco criptoativos imersos nessa narrativa que podem valorizar nos próximos dias.

Todo dia uma nova narrativa

A expectativa da comunidade de criptomoedas do Twitter é que traders chineses resolvam investir em projetos lançados por equipes da China e outros países asiáticos próximos. Esse novo fôlego nos investimentos está ligado à injeção de liquidez, que pode ter o mesmo impacto que os pacotes de estímulos oferecidos pelos Estados Unidos em 2020 tiveram.

O primeiro projeto chinês apontado por Cyril é o navegador Carbon. O Carbon é semelhante ao Brave, já que contém bloqueador nativo de anúncios e rastreadores. Alguns dos diferenciais do Carbon, porém, são o VPN nativo e gratuito, e a carteira que permite trocar ativos nativos de redes diferentes.

Assim como o Brave, o Carbon remunera usuários através do token CSIX, e este é um dos criptoativos que podem ter um bom desempenho nos próximos dias, apontados por Cyril.

Outro token que deve ser “alvo das baleias chinesas”, de acordo com o autor das publicações, é o ACH, da Alchemy Pay. Trata-se de uma solução que permite pagamentos com criptomoedas, facilitando a vida de investidores e lojistas que querem se aventurar nesse novo mercado. 

O terceiro criptoativo apontado por Cyril é o CFX, que já valorizou 1.227% em 2023. O CFX é o token da rede Conflux, única blockchain pública e permissionada da China. Seu objetivo é criar uma rede de conexão internacional, que pode ser utilizada por outros projetos. 

A FIL é uma criptomoeda já conhecida pelos investidores do mercado de criptomoedas, nativa da Filecoin. A Filecoin é focada em oferecer um mercado descentralizado de dados aos usuários da internet. Para Cyril, este é um criptoativo que pode valorizar em breve.

O último token mencionado por Cyril é o GHST, do Aavegotchi, uma plataforma de código aberto para jogos, baseada em NFT, onde os usuários são donos de seus ativos.

Embora acredite que estes criptoativos poderão valorizar significativamente nos próximos dias, Cyril salienta que muitos deles já passaram por altas expressivas nos últimos dias. “Não é preciso correr, apenas aguarde um bom ponto de entrada e lembre-se de fazer suas próprias pesquisas, para investir apenas no que acredita”, conclui.

Leia mais:



Fonte

Related articles