Hype não terminou e metaverso pode subir 200% ainda já que investidores se mantém otimistas com o setor

Embora os tokens ligados ao metaverso tenham perdido até 90% de seu valor no ano passado, segundo uma pesquisa intitulada ‘KPMG metaverse investor perspectives’, realizada pela KPM, aponta que o hype em torno do setor ainda não acabou e as perspectivas dos investidores em relação ao metaverso são positivas, com a maioria deles (63%) dispostos a aumentar os aportes nessa tecnologia nos próximos cinco anos.

Os dados coletados pela KPMG mostram que o setor ainda tem grande potencial de alta já que os investidores acreditam que o metaverso é a próxima grande ‘coisa’ que irá mover o mundo digital e físico.

Além disso, o levatamento da KPMG também destacou que mais de 90% deles preveem que o metaverso será a próxima fase da internet e vislumbram um futuro em que esse recurso será cada vez mais utilizado para reuniões de trabalho, treinamentos e experiências de aprendizado.

O conteúdo destacou ainda que metade (53%) deles estão dispostos a direcionar mais investimentos para o metaverso do que para qualquer outra tecnologia, como Nuvem (43%), Inteligência Artificial (42%), mídias sociais (41%), e Internet das Coisas (40%).

Os respondentes também se mantêm muito bem informados sobre o tema, com 69% acessando regularmente notícias, estudos e outras fontes de informações sobre o metaverso.

“É interessante que esse otimismo se mantenha independentemente do cenário macroeconômico e do lento engajamento do consumidor, que ainda não frequenta o metaverso de uma forma abrangente. Os investidores avaliam que isso tende a mudar, por isso se antecipam e apostam nessa tecnologia”, afirma Thammy Marcato, sócia-diretora de Inovação e Transformação da KPMG no Brasil e cofundadora da KPMG e Distrito Leap.

Hype continua forte

O estudo da KPMG tratou ainda do metaverso como oportunidade de negócio e investimento, com 22% dos respondentes indicando que o assunto muitas vezes aparece relacionado a tópicos como Realidade Virtual (VR) e Inteligência Artificial (IA).

Para metade deles, um único investimento no metaverso vai de US$ 1 milhão a US$ 9,9 milhões. Eles acreditam que esses montantes vão crescer ainda mais e quase um terço deles têm investimentos médios de US$ 10 milhões a US$ 50 milhões.

Outro dado é que 36% temem perder oportunidades caso não invistam ou façam investimentos modestos demais em tecnologias de metaverso. Ainda assim, a maioria (70%) deles se preocupam com fatores como a regulamentação do setor, políticas de privacidade e ampla adoção desse recurso.

Em relação às regulamentações mais rígidas e seus potenciais impactos sobre a confiança dos investidores, apenas um quinto dos respondentes afirmou que a existência de regulamentações mais rígidas não influencia sua confiança.

Ainda, os investidores estão atentos à necessidade de haver melhor interoperabilidade entre as plataformas do metaverso, à importância de uma adoção mais ampla para fins profissionais, e à disponibilização de hardwares mais acessíveis.

LEIA MAIS

Aviso: Esta não é uma recomendação de investimento e as opiniões e informações contidas neste texto não necessariamente refletem as posições do Cointelegraph Brasil. Cada investimento deve ser acompanhado de uma pesquisa e o investidor deve se informar antes de tomar uma decisão.

Fonte

Related articles