Homem que se diz Satoshi Nakamoto perde processo contra desenvolvedores do Bitcoin

Conhecido como Faketoshi (falso Satoshi), Craig Wright tornou-se uma praga para o ecossistema do Bitcoin. Há anos, Wright não apenas afirma ser o criador do Bitcoin como também está processando quem discorde de suas falas.

Seu mais recente processo teve como alvo 15 desenvolvedores do Bitcoin, bem como 11 empresas do setor, incluindo a corretora Coinbase e três empresas de Jack Dorsey, fundador do Twitter.

Apesar do esforço de Wright, o juiz James Mellor não deu a causa ao cientista da computação, sendo mais uma derrota nos tribunais.

Craig Wright perde mais um processo na justiça

Para provar que é o verdadeiro Satoshi Nakamoto, criador do Bitcoin, Craig Steven Wright só precisaria assinar uma mensagem com o primeiro endereço de Bitcoin já existente. No entanto, em outra oportunidade, Wright afirmou que pisou no HD que continha as chaves privadas do mesmo.

Sendo verdade ou não, o fato é que agora Wright possui apenas sua palavra, que tem valor nulo.

Related articles

No processo atual, o cientista da computação afirmou ser o “criador do Sistema Bitcoin, a pessoa quem escreveu o código original do Bitcoin e o autor do white paper”, este último inserido na blockchain do Bitcoin (BTC) e em outros forks como Bitcoin Cash (BCH).

“Executei o Software do Bitcoin em 3 de janeiro de 2009 e criei o Bloco Gênesis naquele dia”, declarou Craig Wright à corte britânica. “O segundo bloco (agora conhecido como Bloco nº 1), que é o primeiro bloco “minerado” na Blockchain, não foi criado até que eu executei o software em 9 de janeiro de 2009.”

Apesar da tentativa, o juiz Mellor não se mostrou convencido da história, afinal a mesma que não apresenta nenhuma prova adjacente, e acabou ignorando seus pedidos de direitos autorais.

Faketoshi ataca mídia

Comentando sobre o assunto nas redes sociais, Craig Wright reclamou da posição da mídia. Após o CoinDesk noticiar sua perda nos tribunais, Wright chamou o portal de mentiroso.

“Notícias aparecem. CoinDesk mente. A WII (Wright International Investments) recebeu o direito de servir desenvolvedores no exterior e buscar fazer valer seus direitos autorais de banco de dados e outros direitos de propriedade intelectual sobre a blockchain do BTC e do BCH”, escreveu Wright. “Nenhuma perda de direitos foi encontrada, apesar das mentiras dos trolls do BTC Core. O Core precisará responder no Reino Unido.”

Gavin Andresen abandona apoio a CSW

Embora não possua provas, um dos maiores argumentos que Craig Wright é Satoshi Nakamoto era a opinião de Gavin Andresen, desenvolvedor que assumiu o controle do Bitcoin após a saída do verdadeiro criador.

No entanto, Andresen jogou a toalha nesta semana. Atualizando o texto de seu blog neste mês, o desenvolvedor mostrou-se arrependido de ter confiado em Wright.

“Fevereiro de 2023: Não acredito em reescrever a história, então vou deixar esta postagem no ar. Mas nos sete anos desde que o escrevi, muita coisa aconteceu, e agora sei que foi um erro confiar em Craig Wright tanto quanto confiei. Lamento ter sido sugado para o jogo “quem é (ou não é) Satoshi” e me recuso a continuar jogando esse jogo.”

Portanto, Wright continua sendo um grande mentiroso para quase toda comunidade do Bitcoin. Afinal, tudo que ele possui são as suas palavras e uma imensa vontade de processar quem for contra ela.



Fonte