Alguém salvou um ‘peido’ na rede do Bitcoin e o vendeu por R$ 1.4 milhão

2042 bitcoin

Um arquivo de áudio de apenas um segundo com o som de um peido molhado foi adicionado à rede blockchain do Bitcoin como um NFT. O arquivo da flatulência, chamado de 2042, foi vendido por 12,3 bitcoins, o equivalente a R$ 1.4 milhão de reais.

A venda do ‘NFT’ 2042, que nada mais é do que um som de peido, é um exemplo de como as pessoas estão usando a rede do bitcoin de maneira estranha e misteriosa. Através do protocolo Ordinais, usuários estão armazenando NFTs na rede blockchain do Bitcoin e causando tumulto entre desenvolvedores.

Os NFTs do bitcoin são tão novos que ainda não estão disponíveis para compra em mercados como o OpenSea. No entanto, eles já somam mais de 100.000, que vão desde imagens inúteis até artes digitais.

2042 bitcoin

NFTs na rede do bitcoin

A popularidade do projeto Ordinals teve um impacto positivo nos lucros do minerados, no entanto, tem dividido a opinião dos desenvolvedores sobre sua utilidade.

A chegada dos Ordinais no final de janeiro foi possível graças a atualização Taproot. O projeto usa a numeração de satoshis (serialização) para gravar dados na parte de “testemunhas” de uma transação.

Related articles

O fato de que os Ordinais exigem carteiras de Bitcoin especiais para serem negociados, e que a maioria das transações ocorre via OTCs em canais aleatórios, mostra que ainda há muita incerteza e risco envolvidos no mercado.

Os NFTs na rede do bitcoin estão ganhando cada vez mais força, com desenvolvedores armazenando JPGs, arquivos de áudio, filmes e até jogos para testar o que realmente pode ser salvo na blockchain.

Agora um som de um peido molhado faz parte do mundo dos Ordinais, mostrando que as possibilidades para esse novo protocolo são infinitas e que a criatividade humana não tem limites, mesmo quando se trata de um ativo digital tão valioso quanto o Bitcoin.



Fonte