2 criptomoedas pouco conhecidas sobem até 137% em dia de lateralização do Bitcoin

Caminhando relativamente de lado na manhã desta terça-feira (7), o mercado de criptomoedas movimentava US$ 1,07 trilhão (+0,75%) e apresentava leve desprendimento do S&P 500 (SPX), um dos principais índices do mercado de ações que o mercado cripto esteve correlacionado nos últimos meses, pontuado em 4.111,08 (-0,61). Recuo que também era observado no índice DXY, que mede a força do dólar americano, estabelecido em 103,60 (-0,02%).

A retração dos últimos dias aconteceu na esteira do aquecimento do mercado de trabalho em janeiro nos EUA, revelado no final da última semana pela divulgação do relatório payroll, o que pegou os analistas de surpresa porque o é  um sinal de que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) pode mostrar novamente suas garras no próximo dia 14, quando será divulgado o comportamento dos preços no primeiro mês do ano.

Related articles

Enquanto os especialistas projetam as possibilidades nos próximos dias, o Bitcoin (BTC) era negociado em torno de US$ 23 mil (+0,78%) enquanto as principais altcoins por capitalização de mercado se dividiam entre leves avanços e recuos. Por exemplo, o ETH estava precificado em US$ 1.642 (+0,69%), o BNB respondia por US$ 330,69 (+1,39%), o MATIC valia US$ 1,23 (+3%), o DOGE representava US$ 0,091 (-0,83%), o ADA se convertia em US$ 0,38 (-0,69%) e o SHIB estava cotado em US$ 0,000014 (-2,13%).

Entre as altas de dois dígitos estavam o AGIX, estabelecido em US$ 0,56 (+32,59%), o GRT, avaliado em US$ 0,16 (+31%), o FXS, precificado em US$ 13,11 (+29,52%), o FET, cotado a US$ 0,55 (+29,71%), o LDO, transacionado por US$ 2,47 (+18,7%), o OCEAN, convertido em US$ 0,53 (+24,77%), o SSV, avaliado em US$ 29,85 (+23,41%), o AUDIO, precificado em US$ 0,30 (+15,17%), o ALI, negociado a US$ 0,085 (+60,94%), o JOE, trocado por US$ 0,26 (+22,19%), o SDAO, comprado por US$ 0,95 (+58,34%) e o GFT, avaliado em US$ 0,057 (+57,25%).

O pouco conhecido DNT era um dos destaques, já que o token da plataforma District0x, voltada a criação de aplicativos descentralizados, era negociado a US$ 0,051 (+125%).

Gráfico diário do par DNT/USD. Fonte: CoinMarketCap

O projeto, que se apresenta como “rede de mercados e comunidades descentralizadas” que permite o lançamento de plataformas independentes governadas por organizações autônomas descentralizadas (DAOs), os “distritos”, pode ser considerado um projeto relativamente modesto em termos de capitalização de mercado, cujo montante era de pouco mais de US$ 30,5 milhões e ocupava a 531ª colocação no ranking. 

Em um primeiro momento não foi possível identificar um evento pontual que pudesse ser associado à ascensão do token, embora fosse possível reparar que os desenvolvedores por trás do projeto procuram fomentar uma narrativa de engajamento e crescimento da plataforma, o que inclui o uso de inteligência artificial no marketing e gerenciamento da comunidade.

Outro destaque era o BDP, token do Big Data Protocol, que é um protocolo de finanças descentralizadas (DeFi) voltado à tokenização de dados profissionais que podem ser negociados na exchange descentralizada Uniswap a partir de usuários que fornecem liquidez em troca da obtenção de dados. O BDP era trocado de mãos por US$ 0,45 (+137%) e o projeto estava rankeado na 610{ colocação com US$ 22,1 milhões em capitalização de mercado.

Gráfico diário do par BDP/USD. Fonte: CoinMarketCap

Nas últimas semanas, outras altcoins relacionadas à tokenização de dados se juntaram a criptoativos de projetos vinculados à IA e imprimiram crescimento de até 5.258% em 30 dias, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

LEIA MAIS:

Fonte