ZCore habilita compra de cripto direto pelo WhatsApp e outras novidades no Brasil

A ZCore anunciou uma nova ferramenta, chamada Web3Pix, que permite converter Pix em tokens da Web3 em segundos sem abrir mão da custódia pessoal dos ativos e diretamente pelo navegador ou pelo WhatsApp.

“Nenhuma criptomoeda de usuário fica com a ZCore, nós fazemos a ponte entre o mundo descentralizado e os bancos, então há um ganho enorme de segurança na comparação com uma exchange comum”, explica Erick Costa, fundador da ZCore.

No caso da versão para o WhatsApp ela ocorre por meio de um bot inteligente que facilita o passo a passo para comprar: basta informar o CPF do Pix, a moeda e quantia a ser adquirida, e digitar o endereço da carteira que irá receber os tokens assim que o Pix for confirmado.

O procedimento é realizado inteiramente pelo mensageiro, e não é nem mesmo necessário abrir o navegador e gastar dados móveis, ampliando as possibilidades de democratização da funcionalidade.

A mudança vem na esteira de uma tendência de menor uso de cartões entre brasileiros. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Bancos (Febraban) com base em dados do Banco Central divulgado em novembro de 2022, o Pix já ultrapassou as operações de débito e crédito e se consolidou como o meio de pagamento mais utilizado pelos brasileiros, com 26 bilhões de transações e movimentação de R$ 12,9 trilhões em apenas dois anos.

WeTransfer

Outra novidade é que a Minima anunciou uma colaboração exclusiva com a WeTransfer. Juntas, as duas empresas estão implantando tokens não fungíveis (NFTs) na rede Minima para capacitar criadores de todo o mundo com gerenciamento de direitos digitais para sua propriedade intelectual.

Os usuários terão a capacidade de gerar NFTs diretamente de seus telefones ou qualquer outro dispositivo, dando-lhes controle total sobre como e com quem compartilham seus ativos digitais e coletam receita com eficiência. Isso será possível graças à rede de comunicações globalmente distribuída da Minima, que deve entrar em operação em março em 180 países.

A tecnologia blockchain de ponta da Minima desempenhará um papel crucial na formação do futuro do desenvolvimento da Web3, com privacidade de dados e auto-soberania em seu núcleo.

“A WeTransfer está entusiasmada em trabalhar com a Minima, cuja visão está fortemente alinhada com a nossa de conectar pessoas e facilitar a inovação e a criatividade sem sacrificar a privacidade”, disse Damian Bradfield, diretor de criação da WeTransfer.

LEIA MAIS

Aviso: Esta não é uma recomendação de investimento e as opiniões e informações contidas neste texto não necessariamente refletem as posições do Cointelegraph Brasil. Cada investimento deve ser acompanhado de uma pesquisa e o investidor deve se informar antes de tomar uma decisão.

Fonte

Related articles