FTX EU lança site para ressarcir clientes europeus da exchange falida

Related articles

Braço europeu da FTX, a FTX EU lançou um site para permitir que os clientes europeus submetam pedidos de saque.

A notícia foi divulgada quase cinco meses depois que a plataforma global de negociação de criptomoedas entrou em colapso e faliu no início de novembro do ano passado.

O novo nome de domínio do site — https://ftxeurope.eu/ — teria sido aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários do Chipre, de acordo com uma reportagem da Finance Magnates.

Captura de tela do site recém-lançado para processamento de saques de fundos bloqueados na FTX EU. Fonte: FTX Europe

O novo domínio não oferecerá nenhum produto ou serviço além de ressarcir os clientes afetados, disse a reportagem, referindo-se a um e-mail enviado pela FTX Europe.

The new domain will not offer any products or services other than paying back impacted customers, the report said, referencing an email received by FTX Europe.

“Por favor, esteja informado de que nosso novo domínio, www.ftxeurope.eu, foi aprovado pelo nosso órgão regulador, a CySEC, como você bem identificou. O site será usado apenas para que os clientes da FTX EU LTD possam reivindicar seus saldos em moedas fiduciárias. Não haverá serviços ou produtos oferecidos através deste site.”

Embora a FTX EU tenha sido disponibilizada para usuários na Área Econômica da Europa e eo Oriente Médio, não está claro quantos usuários foram afetados.

A FTX EU só foi licenciada pela Comissão de Valores Mobiliários do Chipre em março de 2022 e a empresa global entrou em colapso em novembro, portanto, espera-se que os números não sejam grandes.

A FTX EU, uma entidade solvente, está ressarcindo seus clientes agora

Observação: Quase nenhum dos cidadãos da UE da FTX são usuários da FTX EU, porque, por algum motivo, a FTX EU integrou apenas clientes registrados a partir de março de 2022.

— FTX 2.0pium (FTX Creditor) (@AFTXcreditor)

A FTX Japan é outra subsidiária da exchange falida que já fez reparações aos clientes afetados pelo colapso. No final de fevereiro, permitiu o saque total dos fuhdos bloqueados de clientes japoneses, que somavam cerca de US$ 50 milhões.

O regulador do Chipre solicitou que a FTX EU suspendesse suas operações em 9 de novembro, dois dias antes de o FTX Group e suas 130 empresas afiliadas (incluindo a FTX EU) declararem falência.

A FTX Europe manteve uma sede na Suíça durante o período relativamente curto de tempo em que esteve em operação.

O novo site da FTX EU foi aprovado pelo regulador de valores mobiliários do Chipre: Fonte: Comissão de Valores Mobiliários do Chipre



Fonte