Ethereum mira correção de 25% em março, mas touros do ETH ainda têm uma esperança

Related articles

O preço do token nativo da Ethereum, o Ether (ETH), revela um conflito crescente entre os traders sobre a direção do mercado em março. Essa incerteza resultou na consolidação do preço do ETH dentro de uma estreita faixa lateral entre US$ 1.600 e US$ 1.700 desde 15 de fevereiro.

Correção de 25% do preço do ETH está em jogo em março

A incerteza decorre da esperada atualização Shangai da Ethereum, que será implementada em março.

Vários analistas preveem que a atualização, que permitirá aos interessados sacar seus tokens bloqueados no contrato inteligente de Prova-de-Trabalho (PoS) da Ethereum, desencadeará um evento de liquidação de curto prazo.

O contrato inteligente Ethereum PoS atraiu mais de 17,4 milhões de ETH (aproximadamente US$ 28,35 bilhões na cotação atual do par ETH/USD) desde sua introdução em dezembro de 2020, de acordo com dados do Etherscan.

Além disso, o Ether está tendo dificuldades de romper acima da faixa de resistência técnica atual. O token tentou converter a área de US$ 1.650 a US$ 1.700 em suporte várias vezes desde agosto de 2022, conforme mostrado pela barra rosa no gráfico abaixo.

Gráfico diário ETH/USD. Fonte: TradingView

Curiosamente, cada tentativa fracassada de rompimento resultou em um forte recuo em direção a uma linha de suporte comum – uma linha de tendência ascendente de vários meses (preta).

Portanto, se o histórico servir de indicação, a próxima correção do ETH poderia colocar seu preço perto de US$ 1.250, uma queda de 25% em relação aos níveis atuais. Por outro lado, um rompimento acima da faixa de US$ 1.650–1.700 colocaria a faixa entre US$ 1.925–2.000 (roxo) como próximo alvo de alta do Ether.

Vendas futuras de ETH serão limitadas, de acordo com rastreadores de dados

Sob uma perspectiva on-chain, uma queda prolongada no preço do Ether parece menos provável.

Notavelmente, houve uma queda maciça no suprimento de ETH disponível nas exchanges desde setembro de 2022, recuando de cerca de 30% para 11% do total em circulação. Teoricamente, isso reduz a pressão de venda imediata à medida que o capital se move para as laterais do mercado.

“A tendência no mercado de criptomoedas, principalmente desde setembro, está se movendo rapidamente para soluções de autocustódia”, observou a plataforma de análise de dados Santiment, acrescentando:

“Essa tendência foi acelerada após o colapso da FTX. Independentemente disso, com o suprimento de BTC e o ETH disponível em exchanges em torno de mínimas de 5 anos, as liquidações futuras serão limitadas.”

Além disso, a empresa de análise de dados CryptoQuant chegou a uma conclusão semelhante sobre possíveis vendas de Ether no futuro, principalmente após o hard fork Shangai.

3 tips for trading Ethereum this year

A CryptoQuant observa que 60% do suprimento de ETH em staking – cerca de 10,3 milhões de ETH – está atualmente no prejuízo. Enquanto isso, a Lido DAO, o maior provedor de staking líquido de Ethereum, detém 30% de todo o ETH em staking com uma prejuízo médio de US$ 1.000, ou 24% em relação aos preços atuais.

“Normalmente, a pressão de venda surge quando os participantes têm lucros extremos, o que não é o caso do ETH em staking atualmente”, escreveu a CryptoQuant:

“Além disso, o Staked ETH mais lucrativo foi depositado há menos de um ano e não teve eventos significativos de realização de lucros no passado.”

Este artigo não contém conselhos ou recomendações de investimento. Todo movimento de investimento e negociação envolve riscos, e os leitores devem conduzir suas próprias pesquisas ao tomar uma decisão.

LEIA MAIS

Fonte