Criptomoeda Chiliz inaugura blockchain própria com foco em Web3

Ao comemorar seu quinto aniversário nesta quarta-feira (8), a criptomoeda Chiliz divulgou o lançamento de sua própria blockchain, que chega com foco na Web3 associada a esportes e entretenimento.

O bloco originário do novo Layer-1 EVM compatível com a Chiliz Blockchain foi validado no início do dia, conforme divulgado pela empresa.

Além disso, uma nova marca começa a ser percebida pelos investidores do projeto. No Brasil, o projeto é um dos mais declarados para a receita federal por investidores de criptomoedas, principalmente entre novembro e dezembro de 2022.

Nova marca e blockchain própria: novidades da criptomoeda Chiliz

Em anúncio via redes sociais, o perfil oficial da Chiliz compartilhou as novidades logo cedo com os seguidores. No Twitter, por exemplo, os quase 500 mil perfis que seguem a Chiliz puderam constatar que a empresa está mudando sua imagem, agora com um símbolo parecido com o de uma pimenta.

De acordo com Alexandre Dreyfus, CEO da Chiliz, em nota ao Livecoins, o novo foco na Web3 pretende beneficiar os fãs de esportes.

Related articles

“A Chiliz está focada em desvendar o potencial que a web3 pode trazer para as comunidades de fãs, beneficiando os próprios fãs, marcas de esportes e entretenimento, desenvolvedores e provedores de serviços. Nossa estratégia é continuar a desenvolver a infraestrutura subjacente que pode permitir que essas comunidades criem os produtos e serviços de que precisam e continuar a aumentar nossa rede, para atrair as principais marcas de esportes e entretenimento, os principais desenvolvedores e os fãs mais apaixonados do mundo.”

Utilizando a tecnologia Chiliz Blockchain, marcas e desenvolvedores de esportes e entretenimento podem lançar novidades. Entre os exemplos suportados pela nova rede estão os NFTs, Fan Tokens, produtos DeFi, jogos Play2Earn, entre outras experiências da chamada Web3.

A Chiliz anunciará publicamente de 8 a 10 projetos de nível empresarial nos próximos meses. Isso incluirá pilotos de emissão de bilhetes NFT, Fan Tokens terceirizados focados em atletas e parceiros de infraestrutura Web3 para esportes e entretenimento.

Empresa emite fan token para Flamengo, Corinthians a outros grandes clubes brasileiros

Por meio de seu aplicativo Socios.com, a Chiliz emitiu Fan Tokens para algumas das maiores comunidades esportivas do mundo.

A Socios.com trabalha com mais de 170 grandes organizações esportivas, incluindo FC Barcelona, Paris Saint-Germain, Manchester City, Juventus, S.S.C Napoli, Inter de Milão, AC Milan, Arsenal, Atlético Madrid, A.S. Roma, UFC, equipes líderes de F1 e muito mais. No Brasil, a Socios.com é parceira de clubes como Flamengo, Fluminense, Vasco, Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Internacional-RS, Atlético-MG e Bahia.

De acordo com a empresa, o token nativo Chiliz (CHZ) continua como o principal combustível para o novo ecossistema Chiliz Blockchain. Isso inclui todos os aplicativos que devem chegar na tecnologia. Os detentores de tokens CHZ também poderão receber recompensas por fazer staking na rede.

Por fim, a nova blockchain Chiliz se apresenta como um ecossistema interoperável e multivertical, aberto, compatível com EVM Layer-1. Assim, todas as partes interessadas aprovadas podem se tornar operadores de nós e se beneficiar da adoção contínua da rede.

Por meio da governança de blockchain, apenas desenvolvedores terceirizados aprovados poderão implantar contratos inteligentes no ecossistema inicialmente. Segundo a empresa, a intenção é a de trazer um alto nível de segurança para parceiros e usuários.

Além disso, a Blockchain Chiliz apresentará um sistema de 11 validadores ativos com consenso PoSA (Proof of Stake Authority), suportando tempo de bloqueio mais curto, taxas mais baixas e significativamente menos uso de energia.

Apesar do anúncio da novidade, o preço da Chiliz pouco mudou no mercado, desvalorizando 0,59% na tarde desta quarta, cotada em US$ 0,15 por unidade.



Fonte