1.500 endereços transferiram US$ 3,3 milhões para apenas duas carteiras

Related articles

O hype em torno do airdrop da Arbitrum (ARB) continua e a atividade on-chain mostra que os caçadores de “dinheiro grátis” consolidaram um total de US$ 3,3 milhões em ARB inicialmente distribuídos em 1.496 carteiras em apenas dois endereços.

De acordo com dados da plataforma de análise de blockchain Lookonchain, uma carteira recebeu 1,4 milhão de ARB enviada de 866 endereços. A conta então adicionou todo o ARB recebido à exchange descentralizada (DEX) Uniswap, atuando como provedor de liquidez. Os 1,4 milhão de tokens ARB equivalem a cerca de US$ 2 milhões no momento da redação deste artigo. Já uma outra carteira recebeu 933.375 ARB de 630 endereços diferentes, que somam aproximadamente um total de US$ 1,38 milhão.

Encontramos 2 super caçadores do airdrop do $ARB.

0xe1e2 recebeu 1,4 milhão ARB (US$ 1,92 milhão) por meio de 866 endereços e adicionou todos os 1,4 milhão de $ARB à #Uniswap para prover liquidez.

0xbd4e recebeu 933.375 $ARB (US$ 1,28 milhão) por meio de 630 endereços

— Lookonchain (@lookonchain)

Enquanto a plataforma de análise descreveu os endereços como dois “super caçadores de airdrop”, os membros da comunidade não puderam deixar de formular suas próprias teorias sobre quem estava por trás das atividades on-chain.

Alguns membros do Cripto Twitter teorizaram que isso pode ser obra de membros da equipe do projeto, enquanto outros acham que pode ser um hacker. Outro membro da comunidade acredita que tal concentração pode provocar uma queda significativa nos volumes de transações.

Membro da comunidade cripto compartilha sua opinião sobre a atividade on-chain do ARB. Fonte: Twitter

Enquanto alguns manifestaram sentimentos negativos sobre tamanha concentração, outros elogiavam os esforços dos chamados caçadores de airdrop, intitulando-os “deuses do airdrop”. Outro acredita que quem está por trás desses endereços gastou muito tempo e capital cultivando os números.

O hype por trás do airdrop do ARB também chegou aos mercados de balcão (OTC). Em 21 de março, usuários qualificados para o airdrop já haviam começado a vender seus tokens nos mercados OTC antes da listagem oficial do token nas exchanges de criptomoedas.

Enquanto isso, além de membros íntegros da comunidade, os hackers também tentaram se aproveitar do frenesi em torno do airdrop. Em 24 de março, alguns endereços de carteiras falsas hackeadas foram usados para roubar US$ 500.000 em tokens ARB de usuários qualificados.

LEIA MAIS



Fonte