Solana Spaces fechará lojas em Nova York e Miami apenas 7 meses após a abertura

Related articles

A Solana Spaces fechará suas duas lojas temáticas de varejo voltadas para a comunidade da Solana (SOL) nas cidades de Nova York e Miami no final do mês. As lojas físicas não atraíram tantos usuários quanto inicialmente era previsto.

O perfil da Solana Spaces no Twitter divulgou a notícia em 21 de fevereiro, compartilhando uma nota do fundador Vibhu Norby explicando os motivos que justificam o fechamento das lojas apenas sete meses após a inauguração.

A seguir, uma nota do nosso fundador, @vibhu.

Prezada comunidade @solanaspaces,

Tomamos a difícil decisão de fechar nossas lojas em Nova York e Miami até o final de fevereiro e direcionar nossos esforços de integração com a Solana para produtos digitais como DRiP, nosso produto gratuito de NFTs…

— Solana Spaces (@solanaspaces)

Norby – que fundou a Solana Spaces no início de 2022 – explicou que a empresa atingiu um “ponto de inflexão” com as lojas, levando-as a mudar seu foco de investimento para o “DRiP”, a nova plataforma de airdrop de tokens não fungíveis da empresa.

“Enquanto nossas lojas recebem entre 500 e 1.000 pessoas por semana, a DRiP recebe a mesma quantidade TODOS OS DIAS”, disse Norby, explicando a decisão de mudar seu foco de investimento.

A decisão de fechar as lojas – localizadas no bairro de Hudson Yards em Manhattan e na seção de Wynwood em Miami – foi tomada “algumas semanas atrás” e será efetivada no “por do sol” de fevereiro, disse Norby.

A ambiciosa iniciativa teve uma vida relativamente curta, tendo as duas lojas sido inauguradas oficialmente apenas no final de julho e agosto em Nova Iorque e Miami, respetivamente.

Norby disse que o “experimento” fazia parte de um plano mais amplo para integrar mais pessoas ao ecossistema da Solana e da Web3:

“Nossa missão desde o primeiro dia foi experimentar modelos novos e disruptivos para trazer as pessoas para o Web3 e servir a comunidade em nome da Solana Foundation.”

“Como eu sempre disse, por mais impressionantes que fossem as lojas, se encontrássemos uma maneira mais eficiente de trazer as pessoas para a Solana, colocaríamos nossos esforços nessa empreitada”, acrescentou.

Como ele percebeu desde então, os esforços da empresa podem alcançar melhores resultados no mundo digital com o DRiP.

As lojas temáticas de Solana ofereciam aos clientes a oportunidade de se integrar à comunidade de diversas formas, desde a interação com tutoriais de integração de carteiras pessoais, ganho de recompensas, compra mercadorias e participação em eventos.

Primeira loja Solana Spaces, localizada em Nova York. Fonte: Solana Spaces

Quando a Solana Spaces abriu sua primeira loja em Nova York no final de julho, Norby esperava que a loja trouxesse mais de 100.000 pessoas para o ecossistema da Solana por mês.

No entanto, Norby afirmou em sua carta que apenas 75.000 pessoas frequentaram as lojas ao longo de seus sete meses de funcionamento.

A startup foi patrocinada pela Solana Foundation, o provedor de carteira baseada na Solana Phantom e a exchange de criptomoedas nativa Orca. Embora não tenha funcionado, parece ter conquistado muitos fãs.

Acabei de visitar pela 2ª vez há alguns dias!
Obrigado pela experiência!
Toda vez que venho a Miami tenho que fazer uma peregrinação ao SolanaSpaces

— Investrepreneuer.sol (@LordHearMePray)

Vários participantes da indústria nativa da Solana, como os projetos de videogame Star Atlas e Aurory, agradeceram a Solana Spaces por sua contribuição para o ecossistema.

Ficamos tristes de saber que a @solanaspaces fechou suas lojas em Miami e NYC. Os eventos que a Star Atlas participou e sediou lá foram incríveis!

Mesmo assim, mal podemos esperar para ver o que vem por aí como sua dedicação ao DRiP!

— Star Atlas (@staratlas)

O fechamento ocorre depois que o prolongado inverno cripto fez com que muitas empresas líderes do setor demitissem funcionários e fechassem escritórios em todo o mundo.

LEIA MAIS



Fonte