Doações cripto ultrapassarão US$ 10 bilhões em uma década: The Giving Block

Related articles

Os dados coletados pela plataforma de caridade cripto The Giving Block mostram que as doações de criptomoedas devem ultrapassar US$ 10 bilhões na próxima década.

De acordo com o relatório anual de 2023 do The Giving Block intitulado “Crypto Philanthropy Data, Trends & Predictions”, o total das doações cripto de todos os tempos na plataforma ultrapassaram US$ 125 milhões em 2022. Com base nos dados disponíveis, o projeto de caridade cripto previu que poderia chegar a US$ 1 bilhão em agosto de 2027, atingindo US$ 5 bilhões em junho de 2031 e ultrapassando a marca de US$ 10 bilhões em novembro de 2032.

Previsões baseadas em tendências e no preço do Bitcoin. Fonte: The Giving Block

Além dos dados da plataforma sobre doações de cripto, The Giving Block também baseou suas previsões em sua análise da trajetória de preço do Bitcoin (BTC). A plataforma previu que o BTC pode chegar a US$ 100.000 em setembro de 2026 e US$ 250.000 em outubro de 2029.

O projeto de caridade também destacou as criptomoedas mais usadas em doações e a maior doação de criptomoedas do ano. Quanto à criptomoeda mais popular usada em doações, USD Coin (USDC) respondeu por 44% do volume, com Ether (ETH) seguindo o exemplo em 24% e BTC com 17% das doações.

Enquanto isso, o cofundador da Ethereum, Vitalik Buterin, detinha o recorde de maior doação de criptomoedas do ano, doando US$ 9,4 milhões por meio do Balvi, seu fundo filantrópico.

À medida que as instituições de caridade e as doações cripto crescem, alguns podem se perguntar para onde vão as doações. Em 2022, o The Giving Block também compartilhou seis instituições de caridade que se beneficiaram de doações cripto. Isso incluiu o projeto de preservação de orangotangos, Orangutan Outreach, que cuida de orangotangos órfãos e deslocados, e a agricultura regenerativa sem fins lucrativos, Trees for the Future, que conseguiu plantar 2,3 milhões de árvores com as doações cripto que recebeu.

VEJA MAIS:



Fonte