Defensores de cripto russos pedem a Putin que interrompa a hostilidade regulatória

Como a Rússia continua adiando a adoção de regulamentações de criptomoedas, os defensores locais apelaram ao presidente russo, Vladimir Putin, para mudar a abordagem do governo para regular o mercado.

A Associação Russa da Indústria de Criptomoedas e Blockchain (RACIB) — um importante grupo de entusiastas de cripto e blockchain na Rússia — emitiu uma carta aberta a Putin em 6 de março, instando o presidente a abordar os riscos de ignorar o desenvolvimento global da indústria de cripto.

Na carta, a RACIB argumentou que a Rússia tem demorado muito para implementar regimes legais experimentais visando a adoção de cripto, apesar de aplicar sua primeira lei de cripto, “On Digital Financial Assets”, em 2021.

Em novembro de 2022, os legisladores da Rússia introduziram uma série de emendas legais à lei cripto, propondo o lançamento de uma “exchange nacional de criptomoedas”. De acordo com a RACIB, algumas dessas emendas complicariam significativamente a implementação de tecnologias financeiras digitais na Rússia, pois introduzem sanções criminais para desenvolvedores locais de blockchain.

As emendas propostas dariam às autoridades russas um “mar de escolha” para pressionar a comunidade cripto local, disse o diretor executivo da RACIB, Alexander Brazhnikov, ao Cointelegraph.

“Não será fácil para as empresas do setor de ativos digitais provar que estão fazendo tudo dentro da estrutura da legislação russa”, afirmou Brazhnikov.

A RACIB finalmente pediu que Putin ponha fim à postura regulatória hostil da Rússia sobre cripto, pois impede que as empresas locais usem totalmente o potencial da cripto e potencialmente levaria o país a “perdas financeiras diretas”. A RACIB declarou:

“A política estatal existente em torno da regulamentação de ativos financeiros digitais cria sérios riscos para a economia russa ficar para trás não apenas em países hostis, mas também em países amigáveis devido ao atraso na introdução de novas tecnologias financeiras”.

De acordo com a RACIB, um dos maiores riscos por trás de ignorar os benefícios da indústria cripto é a realocação de talentos locais para jurisdições avançadas, incluindo países da União Econômica da Eurásia (EAEU), como Cazaquistão e Armênia.

Para ajudar a Rússia a mudar sua rígida postura regulatória sobre cripto, a RACIB pediu a Putin que construísse um grupo de trabalho, incluindo representantes da comunidade de ativos digitais, para colaborar com o governo na construção da política de regulamentação cripto do estado. O grupo expressou interesse específico em desenvolver e aplicar sistemas de pagamento transfronteiriços na Rússia, jurisdições da EAEU, bem como em outros países como Brasil, Índia, China e África do Sul.

Em 2021, Yury Pripachkin da RACIB argumentou que a Rússia não estava fazendo “absolutamente nada” para regular o mercado local de criptomoedas.

A notícia chega logo depois que o banco central russo reiterou sua postura inflexível em relação à cripto, com Elizaveta Danilova, chefe do departamento de estabilidade financeira do Banco da Rússia, argumentando que a legalização dos investimentos em cripto ameaça o bem-estar dos cidadãos russos. Ao mesmo tempo, o Banco da Rússia não vê problema em legalizar a mineração de criptomoedas e permitir o uso de criptomoedas em transações internacionais.

VEJA MAIS:

Fonte

Related articles