CEO da Ledger: O colapso dos bancos é um ‘curso intensivo de Bitcoin’

Related articles

O colapso dos principais bancos destaca a necessidade do Bitcoin (BTC) e da autocustódia, de acordo com Pascal Gauthier, CEO e presidente do fornecedor de carteiras de hardware Ledger.

Em uma entrevista com o repórter do Cointelegraph Joseph Hall na Paris Blockchain Week, Gauthier falou sobre como os eventos recentes mostram como o BTC pode ser um porto seguro contra a ameaça das autoridades centrais. Ele explicou que:

“O Bitcoin foi projetado em reação ao Lehman Brothers na crise de 2008. Foi projetado porque você não pode confiar nas autoridades centrais. E foi projetado porque está claro que as autoridades centrais falharão. Não é uma questão de se. É mais uma questão de quando.”

De acordo com Gauthier, sempre que incidentes como Celsius, FTX e colapsos de bancos acontecem, as pessoas migram para a autocustódia e para as criptomoedas. “Sempre que o mercado fica estressado e sempre que as pessoas temem por suas economias, você sabe, elas correm para as criptomoedas e para a Ledger”, apontou.

O CEO da Ledger, Pascal Gauthier, senta-se com o Cointelegraph na Paris Blockchain Week 2023

Além disso, o executivo da Ledger também acredita que as pessoas estão começando a perceber a realidade dos bancos por conta da situação atual. Gauthier explicou que muitas pessoas vêm da ideia de que o objetivo dos bancos é proteger os fundos das pessoas porque, mesmo que os bancos quebrem, as pessoas serão reembolsadas. No entanto, este pode não ser o caso.

“Eles estão descobrindo que, na verdade, não é necessariamente o caso. E então é problemático. Mas, novamente, é um curso intensivo para o Bitcoin e por que ele existe e por que é necessário para o futuro”, explicou.

Quando perguntado se as marcas tradicionais que entram na Web3 podem se tornar uma ameaça à descentralização das criptomoedas, Gauthier expressou confiança de que isso não acontecerá. Ele disse:

“Se isso acontecer, as criptomoedas estão mortas e passamos para a próxima coisa. Quero dizer, ou as criptomoedas serão descentralizadas ou não existirão. E todas essas marcas realmente entendem isso.”

De acordo com o CEO da Ledger, as marcas aprenderam uma lição com o fracasso do Facebook em respeitar o espírito do mercado cripto, que é a descentralização. “Nós vimos o filme agora, você sabe, eles [Facebook] falharam porque não respeitaram alguns dos princípios fundamentais do que é criptomoeda”, disse ele. Ele acrescentou que qualquer um que tente centralizar cripto está fadado ao fracasso. De acordo com Gauthier, são “dois ímãs que simplesmente não vão ficar juntos”.

VEJA MAIS:

Fonte