Bitcoin segue mau humor do S&P 500 com possível galope do CPI em meio a algumas altas estranhas

Apresentando saída de capital, o mercado de criptomoedas movimentava US$ 1,02 trilhão (-3,92%) na manhã desta sexta-feira (10), quando o setor demonstrava mais uma vez correlação com o mercado de ações, entre eles o índice S&P 500 (SPX), que acumulava 4.081,50 pontos (-0,88%).

O que se mostrava como mais um dia de mau humor do mercado coincidia o sentimento aparentemente dividido dos investidores, já que o entusiasmo de janeiro voltou a se transformar em preocupação em fevereiro a partir do relatório payroll dos EUA, divulgado no final da última semana. 

Isso porque, o aquecimento do mercado de trabalho no primeiro mês do ano acendeu o sinal de alerta de que índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) pode chegar em um galope mais acelerado na próxima semana, quando os números do primeiro mês do ano deverão ser apresentados. 

A “cereja do bolo” foi o acirramento de uma zona de conflito entre o presidente Joe Biden e os parlamentares do Partido Republicano em torno da aprovação, ou não, do teto da dívida pública do país da América do Norte, o que acendeu nos investidores o alerta para os riscos de calote.

Não por acaso o Bitcoin (BTC) era negociado por volta de US$ 21,8 mil (-3,89%), o ETH estava avaliado em US$ 1.548 (-5,29%), o BNB se convertia em US$ 308 (-4,19%), o XRP estava cotado em US$ 0,38 (-2%), o ADA respondia por US$ 0,36 (-6%), o MATIC se transformava em US$ 1,29 (-2%), o DOGE era comprado por US$ 0,082 (-6,81%), o SOL estava localizado em US$ 21,01 (-8%), o AVAX se estabelecia em US$ 18,09 (-8,66%), o LINK estava nivelado em US$ 6,96 (-8,90%), o NEAR era estimado em US$ 2,28 (-9,40%), o ALGO era comprado por US$ 0,25 (-8,17%) e o FTM era trocado por US$ 0,45 (-11,87%).

Em relação às altas, o HBAR respondia por US$ 0,076 (+5,14%), o NEO valia US$ 9,65 (+4,90%), o ELF estava pontuado em US$ 0,22 (+10,87%), o REP se convertia em US$ 8,95 (+18,62%), o STRK estava avaliado em US$ 16,80 (+18,57%), o COVAL era transacionado por US$ 0,020 (+27,64%), o GAS era trocado de mãos por US$ 3,39 (+24%), o KAT era trocado por US$ 0,010 (+39%), o VIB respondia por US$ 0,11 (+30%), o PIVX estava cotado em US$ 0,37 (+31,58%).

Ávidos por lucros estratosféricos, alguns investidores distraídos podem incorrer no risco de negociarem tokens praticamente sem liquidez. Era o caso do desconhecido Innovative Bioresearch Coin (INNBC), que se apresenta como um aplicativo descentralizado de dados biomédicos com sede na Itália, mas que, em relação à “alta do token”, aparentemente não demonstrava fundamento, já que o INNBC “imprimia alta” de  161.789% sem qualquer volume de negociação.

Outra esquisitice era o Dingo Token (DINGO), cujo gráfico era formado basicamente por uma combinação de linhas retas verticais e horizontais que elevaram o preço do token em 1.167%, porém com baixo volume de negociação do token do projeto que se apresenta como um aplicativo descentralizado focado em tokens não fungíveis (NFTs).

Quem também parece ter mirado os investidores mais sedentos e distrídos foi o “caçador de criptomoedas” que garantiu ter encontrado 14 altcoins com chances de ganhos surreais de até 100.000%, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

LEIA MAIS:

Fonte

Related articles