Biden promete responsabilizar os culpados pelos colapsos do SVB e do Signature Bank

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometeu responsabilizar os culpados pela falência do Silicon Valley Bank e do Signature Bank, e garantiu aos norte-americanos que seus depósitos estão seguros.

Em 12 de março, o Distrito de Serviços Financeiros de Nova York tomou posse do Signature Bank. O Banco Central dos EUA (Fed) disse que o banco que prestava serviços à indústria de criptomoedas foi fechado para proteger a economia dos EUA e fortalecer a confiança do público no sistema bancário.

O Fed também anunciou um fundo de US$ 25 milhões destinado a apoiar bancos elegíveis que possam enfrentar problemas de liquidez no futuro.

Biden escreveu para seus 29,9 milhões de seguidores em 13 de março dizendo que está satisfeito com o fato de as agências “chegarem a uma solução que protege trabalhadores, pequenas empresas, contribuintes e o nosso sistema financeiro.”

Sob a minha direção, @SecYellen e meu diretor do Conselho Econômico Nacional trabalharam com reguladores bancários para resolver problemas no Silicon Valley Bank e no Signature Bank.

Estou satisfeito por terem chegado a uma solução que protege trabalhadores, pequenas empresas, contribuintes e o nosso sistema financeiro.

– Presidente Biden (@POTUS)

O presidente acrescentou que também estava “firmemente comprometido” em responsabilizar “integralmente” os culpados pela bagunça. Ele acrescentou que “teria mais a dizer” em um discurso na segunda-feira, 13 de março.

Enquanto isso, outros políticos dos Estados Unidos também compartilharam elogios sobre as recentes ações do regulador federal destinadas a conter o contágio dos recentes colapsos bancários.

O senador norte-americano Sherrod Brown e a deputada Maxine Waters disseram que também ficaram satisfeitos em ver que os depositantes segurados e não segurados do SVB seriam cobertos, de acordo com umaa declaração de 12 de março do Comitê de Bancos e Habitação do Senado dos EUA:

“As ações de hoje permitirão que os trabalhadores recebam seus contracheques e que as pequenas empresas sobrevivam, ao mesmo tempo em que fornecem às instituições depositárias mais opções de liquidez para enfrentar a atual tempestade.”

“Enquanto trabalhamos para entender melhor todos os fatores que contribuíram para os eventos dos últimos dias e em como fortalecer as barreiras para os maiores bancos, pedimos aos reguladores financeiros que garantam que o sistema bancário permaneça estável, forte e resiliente, e que o dinheiro dos depositantes ‘está seguro ”, acrescentou o comunicado.

Os depositantes do Silicon Valley Bank, segurados e não segurados, serão beneficiados pelo plano do FDIC, do Banco Central dos EUA, do Tesouro e da Casa Branca. E o Fed criou uma nova linha de crédito para apoiar todos os bancos que precisam de liquidez para garantir que nosso sistema bancário mantenha-se seguro.

— Maxine Waters (@RepMaxineWaters)

Enquanto isso, o presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), Gary Gensler, aproveitou o momento para dobrar a perseguição de sua agência aos infratores, sem nomear nenhum setor em particular.

O presidente reforçou que a SEC estaria atenta a infratores das leis de valores mobiliários dos EUA em uma declaração divulgada em 12 de março:

“Em tempos de maior volatilidade e incerteza, nós da SEC estamos particularmente focados em monitorar a estabilidade do mercado e identificar e processar qualquer forma de má conduta que possa ameaçar os investidores, a formação de capital ou os mercados em geral.”

“Sem falar com nenhuma entidade ou pessoa individual, investigaremos e tomaremos medidas de aplicação da lei se encontrarmos violações das leis federais de valores mobiliários”, acrescentou o presidente da SEC.

O fechamento do SVB desencadeou temporariamente a perda da paridade com o dólar da stablecoin da Circle (USDC) para tão baixo quanto US$ 0,88 em 11 de março, já que US$ 3,3 bilhões das reservas de US$ 40 bilhões do USDC são mantidas pelo SVB.

No entanto, o USDC está quase de volta a US$ 1 depois que o Banco Central dos EUA confirmou que todos os depósitos de clientes do Signature Bank e do SVB seriam honrados “integralmente.”

Outro proeminente banco cripto, o Silvergate Bank, anunciou na semana passada que encerraria suas operações e liquidaria voluntariamente seua ativos “à luz dos recentes desenvolvimentos regulatórios e da indústria.”

Pouco depois, Gensler escreveu um artigo de opinião  para o The Hill que ameaçava as empresas de criptomoedas dos EUA a “fazerem seu trabalho dentro dos limites da lei” ou serem processadas.

 

Como presidente da @SECGov, tenho um objetivo em relação aos mercados de criptomoedas: garantir que os investidores e os mercados recebam todas as proteções que receberiam em qualquer outro mercado de valores mobiliários. Como?

Leia meu artigo no @thehill:

 — Gary Gensler (@GaryGensler)

LEIA MAIS



Fonte

Related articles