Arbitrum cai 86% em duas semanas e enfrenta problemas

Related articles

A criptomoeda Arbitrum (ARB), que passa por uma extrema desvalorização de 86% nos últimos 11 dias, agora enfrenta um teste de confiança com sua comunidade.

Isso porque, a Arbitrum Foundation, uma empresa registrada nas Ilhas Cayman, elaborou uma proposta para criar uma organização autônoma descentralizada DAO do projeto.

Com isso, todos os detentores da Arbitrum, que receberam criptomoedas de graça nos últimos dias, poderiam votar pela criação. Contudo, a votação, que se encerra nesta segunda-feira (3), aponta que a comunidade não quer a DAO proposta, votando contra.

Em meio a votação, usuários flagraram a fundação que administra a criptomoeda vender parte de suas reservas. Para alguns investidores, o caso pode envolver uma venda que tende a pressionar o preço da moeda, ou seja, causar dump no preço da ARB.

Medida polêmica pode piorar início de criptomoeda, que já desvalorizou brutalmente em poucos dias

De fato, muitos investidores do mercado de criptomoedas aguardavam a chegada do Arbitrum apenas para receber “criptomoedas grátis”, com um airdrop que foi promovido pelo projeto.

Contudo, na largada do projeto, muitos que receberam os tokens ARB já liquidaram suas posições e realizaram os lucros, deixando o projeto novo de lado.

Para os que ficaram, sobrou apenas um prejuízo gigantesco, somado agora a uma polêmica que pode enterrar ainda mais a cotação da moeda no mercado.

Isso porque, os investidores e fãs do projeto perceberam que a fundação acabou se desfazendo de 10 milhões de ARB no mercado. Como havia no projeto uma previsão de que a fundação não venderia nada, muitos se decepcionaram com a novidade, o que pressiona a confiança no novo projeto, que aparentemente começou mentindo.

“Antes de nos aprofundarmos, queremos esclarecer por que os 10 milhões de tokens ARB foram vendidos pela The Arbitrum Foundation.”

Ao todo, a Arbitrum distribuiu quase 2 bilhões de dólares em tokens, mas as moedas já não valem mais o mesmo que há alguns poucos dias.

Fundação tenta se explicar e promete melhorar a comunicação

Com o estrago já feito e refletido no preço da criptomoeda ARB, que desvalorizou de US$ 8,67, no dia 23 de março, para os atuais US$ 1,17, no dia 3 de abril de 2023, a comunidade cobra explicações.

Em uma nota publicada em seu fórum, a Fundação Arbitrum lamentou não ter sido clara quanto ao início da utilização dos tokens do projeto. De acordo com a nota, a fatia já estava definida em um gráfico, mas eles reconhecem que não era uma informação clara.

A falha de comunicação mais significativa é provavelmente a classificação pouco clara da distribuição inicial para a Fundação no gráfico de pizza original na documentação de governança. A documentação descrevia a atribuição para o endereço da tesouraria DAO e para a Fundação em um balde como “Tesouraria DAO”. Teria sido mais claro se isso tivesse sido bifurcado em dois, distribuindo a maior parte dos fundos para o tesouro on-chain controlado pelo DAO e uma parte para a Fundação, a serviço do DAO.

Para o futuro, ainda que não esteja claro se há tempo de salvar o projeto de um possível neomorto, a fundação promete informar melhor as novidades.



Fonte