análise aponta que BTC ainda pode cair mais 20% e aponta 10 setores para ficar de olho

Os investidores de Bitcoin (BTC) que aguardavam uma alta da maior criptomoeda do mercado rumo a US$ 30 mil talvez tenham que esperar um pouco mais até que seu objetivo seja atingido. A recente queda no preço do BTC revelou a fraqueza dos touros no curto prazo e, ao invés de alta, pode jogar o preço do Bitcoin em um patamar ainda mais baixo que o atual.

Segundo aponta uma análise de Julierme Rosa, da TC, a queda atual não mudou significativa o gráfico do Bitcoin que segue inalterado em relação a semanas anteriores. Ele aponta que o ativo corrigiu em relação à semana anterior, mas segue em um mesmo range de preços.

“Ainda há grande resistência na região que compreende US$ 24.000 a US$ 25.500, e o ativo pode corrigir até o alvo em US$ 21.000 e US$ 19.000 no curto prazo, o que seria considerado uma região de desconto para os compradores iniciarem uma nova tentativa de alta”, destaca,

O analista destaca que após dados de CPI na semana anterior acima das expectativas, mais um importante indicador para o FED, o núcleo do PCE (Personal Consumption Expenditures), também veio acima do esperado.

Com os dados recentes, investidores começaram a questionar a eficácia do FED no controle da inflação. De fato, 30% dos investidores estão esperando alta de 50bps na próxima
reunião do FOMC, o que seria uma surpresa negativa para ativos de risco.

“Tal efeito fica claro no comportamento dos títulos de 2 anos do governo americano (US02Y), que empinou nas últimas semanas. No segundo gráfico pode-se ver como ao longo do tempo, investidores passaram a precificar altas crescentes na taxa terminal de juros e em uma duração prolongada do regime contracionista do FED”, afirmou.

10 setores para ficar de olho

Diante das perspectivas pouco otimistas para o Bitcoin, o analista aponta 10 setores ou criptomoedas para ficar de olho e que podem surpreender.

$ETH $DEFI $FTM $TOTAL: O chefe da SEC Gary Gensler, que vem dando um duro golpe na indústria de criptoativos norte-americana, alegou em recente entrevista a NY Mag que todos os tokens e transações cripto fora do âmbito do Bitcoin, podem ser considerados valores mobiliários de acordo com ele mesmo.

Com a postura da SEC, desenvolvedores assustados estão atrasando a implementação de seus projetos e/ou migrando para outras jurisdições, conforme o líder da rede Fantom, Andre Cronje em recente podcast.

$LIDO $RPL $FXS $SWISE : Começa essa semana a conferência ETH Denver e é possível ocorrerem anúncios acerca do Shanghai fork, podendo impactar diretamente (positivamente) as plataformas de staking, explicando a recente dinâmica de preços. 

$VELA: Fio interessante sobre o crescimento de Vela Exchange, uma nova corretora de perpétuos na rede Arbitrum que vai ganhando seu lugar ao sol. Importante pontuar contudo
que a atividade ainda é concentrada em poucas carteiras.

$ROSE: Jump Crypto recuperou uma parte dos fundos roubados no hack da Wormhole, utilizando um upgrade em um dos contratos da Oasis Network.

$GTC: Passou com ampla maioria a proposta de lançamento do seu produto de derivativos de staking no Ethereum, se utilizando do Index Protocol, para montar um índice diversificado de LSDs que inclui – rETH(rocket pool) – 43,9%, sETH (Stakewise) -26,4% e (w)stETH (lido) – 29,7% – $gtcETH

$SPOT: O Spotify está testando NFTs em sua plataforma.

$TWIT: Esther Crawford, a executiva responsável pela área de pagamentos (e integração com crypto) no Twitter, foi mais uma demitida na longa lista de demissões da companhia, colocando uma interrogação nos planos de integrar pagamentos com cripto na rede social.

LEIA MAIS

Aviso: Esta não é uma recomendação de investimento e as opiniões e informações contidas neste texto não necessariamente refletem as posições do Cointelegraph Brasil. Cada investimento deve ser acompanhado de uma pesquisa e o investidor deve se informar antes de tomar uma decisão.

Fonte

Related articles