Token da Arbitrum chega ao mercado OTC antes do airdrop

A comunidade Arbitrum está especulando e vendendo seus tokens ARB ainda não oficialmente lançados nos mercados de balcão (OTC) após o anúncio do airdrop.

A Arbitrum Foundation anunciou que o ARB – o token nativo da Arbritrum – seria distribuído para membros qualificados da comunidade na quinta-feira, 23 de março. A Arbitrum explicou que o ARB marca a transição oficial do protocolo para uma organização autônoma descentralizada (DAO), o que significa que os detentores do ARB podem participar das decisões que regem a Arbitrum One e a Arbitrum Nova — redes que permitem aos usuários realizar transações na blockchain da Ethereum com maior velocidades e taxas mais baixas.

Negociações OTC facilitam a compra e venda de criptomoedas diretamente entre duas partes interessadas. O processo costuma ser muito rápido, com o dinheiro sendo transferido diretamente da conta bancária do comprador para a do vendedor. Nesse caso, quando um preço é acordado entre as partes, o vendedor recebe o pagamento do comprador e, em seguida, abre mão da frase inicial vinculada à carteira elegível.

Um usuário que se identificou como Jack, que deseja permanecer anônimo, explicou ao Cointelegraph que o frenesi para vender os tokens ARB antes do lançamento baseia-se em especulações sobre o valor de mercado dos tokens quando lançados. Ele explicou que o preço de um token ARB, quando lançado, pode chegar a US$ 1, então a maioria das pessoas não se importa em vender a US$ 0,5 por token e dar espaço para um possível lucro de US$ 0,5 por parte dos compradores.

garanti 6 dígitos de $ARB OTC sob uma média de preço de US$ 0,98

desejem-me sorte

— Cole (@cole0x)

A Arbitrum detém 55% da participação de mercado entre soluções de camada 2 da Ethereum, de acordo com o site de análise da dados L2Beat. Como um dos projetos cripto mais significativos que ainda não possuía um token nativo, a expectativa pelo ARB era alta desde que a rede foi lançada em 2021.

Com um suprimento total de 10 bilhões de ARB, a comunidade da Arbitrum controlará 56% dos tokens. O airdrop concederá 11,5% do suprimento total aos usuários elegíveis e 1,1% às DAOs que operam no ecossistema da Arbitrum.

A comunidade da Arbitrum também lançou um alerta para que os usuários mantenham-se vigilantes após relatos de sites de phishing e golpes relacionados ao airdrop da Arbitrum.

A principal concorrente da Arbitrum no espaço de redes de camada 2 da Ethereum, a Optimism, lançou seu token OP há quase um ano, quando fez a transição para um modelo de governança baseado em DAOs.

LEIA MAIS



Fonte

Related articles