Criptomoeda DeFi da rede Optimism comemora alta de 248% em dia de aniversário do ‘₿’ do Bitcoin e sinais conflitantes na economia dos EUA

Na manhã desta quarta-feira (24), dia em que se comemora o aniversário de 13 anos da criação do logotipo do Bitcoin (BTC) por Satoshi Nakamoto, que apresentou a letra “₿” com características do “cifrão” dentro do que parece ser uma moeda de ouro, a criptomoeda era trocada de mãos por cerca de US$ 23,8 mil (-1,79%) e sentia negativamente os impactos de um mercado financeiro inseguro com o futuro da economia global, capitaneada pelos próximos passos da economia dos EUA, que na última quinta-feira apresentou dados que sugerem esfriamento econômico e inflação, ao mesmo tempo, o que é conhecido como estagflação. 

O mercado de criptomoedas movimentava US$ 1,09 trilhão (-1,40%) e se apresentava menos correlacionado com o mercado de ações, o que podia ser percebido pelos índices que operavam em alta, entre eles o S&P 500 (SPX), que se encontrava em 4.012 pontos (+0,53%).

Related articles

De acordo com o Departamento do Comércio, o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA cresceu em uma taxa anualizada de 2,7% no quarto trimestre de 2022, percentual menor que os 2,9% projetados por analistas consultados pelo Wall Street Journal. Por outro lado, o índice de gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês) foi de 3,7% de taxa anualizada nesse período, acima dos 3,2% estimados pelo núcleo PCE. 

Os investidores de criptomoedas pareciam pender para o lado pessimista em razão da possível continuidade do aperto monetário da taxa de juros do Federal Reserve (Fed) em março como ferramenta de contenção da inflação. O que também era percebido pelo recuo das principais altcoins em capitalização de mercado. 

O ETH estava precificado em US$ 1.648 (-1%), o XRP VALIA (0,38 (-1,66%), o ADA estava cotado em US$ 0,38 (-2,64%), o MATIC era transacionado por US$ 1,33 (-3,61%), o DOGE se convertia em US$ 0,084 (-1,56%) e o DOT respondia por US$ 6,98 (-4,38%), enquanto o OP valia US$ 3,05 (+9%) e o SNX representava US$ 2,68 (+6,18%), entre outras altas de tokens pertencentes a projetos considerados robustos em termos de capitalização de mercado.

No caso das altas de dois dígitos, o BNX era trocado de mãos por US$ 1,73 (+24%), o PUNDIX se transformava em US$ 0,72 (+28%), o AUDIO estava precificado em US$ 0,36 (+17%), o BRISE estava estimado em US$ 0,00000055 (+14%), o FTC equivalia a US$ 0,13 (+50%), o MOC era transacionado por US$ 0,15 (+35%), o PERP estava pontuado em US$ 1,07 (+25%), o DFG era comprado por US$ 5,43 (+65%), o NVIR estava representado por US$ 0,043 (+19,51%), o VBG estava localizado em US$ 0,28 (+47%) e o HELLO era trocado por US$ 0,051 (+23%).

Um dos destaques era o pouco conhecido OPENX, token da plataforma OpenSwap Optimism, que possui um protocolo de finanças descentralizadas (DeFi) voltado ao staking, um formador de mercado automatizado (AMM) e uma exchange descentralizada (DEX), entre outras ferramentas. O OPENX estava precificado em US$ 0,13 (+248%).

Gráfico de 24 horas do par OPENX/USD. Fonte: CoinMarketCap

Pelo que era possível perceber, a plataforma, construída na rede blockchain de camada dois (L2) Optimism (OP), procura manter uma narrativa de crescimento da plataforma e de engajamento com os seus recém-conquistados 5 mil seguidores.

Nas últimas horas, os desenvolvedores do projetos ofereceram US$ 320 mil aos provedores de liquidez que apostassem seus tokens VELO, que recuava ao ser negociado por US$ 0,011 (-24%), um dia após subir 65% com o anúncio de uma parceria com a Visa, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

LEIA MAIS:



Fonte